sábado, 12 de novembro de 2016

Video Movie Guide For Kids: A Book for Parents

Video Movie Guide For Kids: A Book for Parents (ed. 1987)
de Mick Martin, Marsha Porter, e Ed Remitz
 
 
Comprei este livro uns sete anos atrás num sebo em Pinheiros, sob o pretexto de "Eu gosto de guias para filmes." O livro em si é interessante, pois há várias resenhas curtas de desenhos que muitos da minha geração cresceram assistindo, mas um trolhão de filmes antigos. Os autores não utilizam o sistema de pontuação de estrelas, mas simplesmente anotam se o filme é recomendado ou não.

Uma observação que deveria fazer é que os três autores odeiam animes japoneses dos anos 70 e 80, inclusive o do Ultraman, Gaiking e Grandizer. Creio que sem esses desenhos (e outros), não teríamos o filme Círculo de Fogo (2013).

Levando isso em consideração, vamos ver o que disseram sobre alguns dos filmes de Godzilla que estavam disponível em fita VHS em 1987 (obs: vou traduzir as resenhas, sem corrigir as informações errôneas e os erros de grafia nos nomes):

 
 

Diretores: Inoshiro Honda (Versão Original) -- Terry Morse (Versão Americana)
Elenco: Raymond Burr, Takashi Shimura

O primeiro, e por muito o melhor, filme estrelando o monstro de 130 metros (re: 400 pés) que posteriormente foi reduzido a um super-herói. Neste filme ele representa a morte e a destruição, e o filme alcança o seu objetivo, devido às belos efeitos fotográficos e música esquisita. Ignorem todos os outros filmes; este é o verdadeiro Godzilla. Originalmente filmado em 1954, e em cor, as cenas do Raymond Burr olhando para pessoas ou lendo foram incluídas para a estreia americana dois anos depois, e foram filmadas em preto e branco. Então, o filme inteiro foi apresentado em preto e branco, embora isso contribua à atmosfera e ajuda o filme sentir como um pesadelo.

1956
80 minutos
Preto e Branco


http://catedraldekaiju.blogspot.com.br/2016/08/godzilla-contra-ilha-sagrada-1964.htmlGodzilla vs. Mothra (Recomendado)
Diretor: Inoshiro Honda
Elenco: Okira Takarada, Yuriko Hiroshi Koizumi

Filme muito bom de Godzilla coloca o "rei dos monstros" contra a sua arqui-inimiga Mothra durante a primeira metade, e depois contra lagartas gêmeas que saíram do ovo gigante da Mothra que estava incubando numa praia japonesa. As cenas de batalha são excelentes neste filme, e a primeira aparência do Godzilla é inesquecível. Como o outro filme lançado pelo Paramount, Godzilla vs. Monster Zero, o título deste filme foi alterado para lançamento. Conhecido originalmente como Godzilla vs. the Thing

1964
90 minutos




Godzilla vs. Monster Zero (Recomendado)
Diretor: Inoshiro Honda
Elenco: Nick Adams, Akira Takarada

Filme de monstro decente em que uma civilização alienígena "pede emprestados" o Godzilla e o Rodan para derrotar uma ameaça local chamado Monster Zero (conhecido antes e depois deste filme como Ghidrah). Depois de bastante destruição na sua planeta, os ETs espertos transportam os três leviatãs para a Terra a fim de continuar a sua batalha. Excelentes efeitos especiais, como sempre, mas a dublagem mal feita afeta negativamente as cenas com os atores humanos. O título original era Monster Zero, mas provavelmente foi mudado para aumentar a locação.

1966
90 minutos




Son of Godzilla
Diretor: Jun Fukuda
Elenco: Tadao Takashima, Akira Kubo, Bibari Maeda, Kenji Sahara

Produção infantil mostra o filhote bonitinho de um dos maiores astros do Japão lutando contra vários monstros bizarros, com um pouco de ajuda do papai. Bons efeitos especiais e miniaturas fazem o filme assistível, mas a história é boba demais. Recomendado para a idade de 2 anos.

1969
86 minutos


Godzilla 1985
Diretor: Koji Hashimoto, e R.J. Kizer
Elenco: Raymond Burr, Keiji Kobayashi, Ken Tanaka, Yasuka Sawaguchi

Mais uma vez, o grande lagarto japonês esmaga carros e derruba prédios grandes em busca de nutrição radioativa. Raymond Burr, o ator coadjuvante do Godzilla na sua estreia de 1956, Godzilla,
volta para passar mais vergonha ainda. O que era normal na década de 50 e de 60 no gênero de monstros não serve para hoje, mesmo com efeitos especiais sofisticados. Classificação PG (ou 10 anos) por violência.

1985
91 minutos

Bibliografia:

Martin, Mick, Marsha Porter e Ed Remitz. Video Movie Guide For Kids: A Book For Parents. Ballatine, 1987.

Nenhum comentário:

Postar um comentário